quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Quer estudar no Japão?

Eu fico pensando: "Por que as pessoas buscam a língua japonesa para ser estudada?". Certo que pelo menos 70% dos casos é por causa dos animes/mangá ou outros 30% são por diversos motivos entre eles: curiosidades, descendência, estudo, trabalho, etc.

O Japão é um país que chama atenção por sua diversidade cultural, bela, tradição, cultura. Nem só de anime e mangá se faz um país!

Para aqueles que querem estudar pela terra do sol Nascente aqui vai algumas dicas de bolsas de Estudo!


Bolsas no Japão



O Japão mantém alguns programas de estímulo a estudos, pesquisas e aperfeiçoamento da língua japonesa

Programas Principais:

- Monbukagakusho

- Jica

O governo japonês mantém programas de estímulo à formação, treinamento e pesquisa para brasileiros em diversas instituições do Japão. Os mais relevantes são o Programa Monbukagakusho de bolsas para pesquisa e graduação do governo do Japão e as bolsas para estudos e aperfeiçoamento profissional da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão), organismo ligado ao Ministério de Negócios Estrangeiros daquele país.

Monbukagakusho

Considerado o maior programa oficial do Japão na concessão de bolsas para estrangeiros, o Monbukagakusho tem seis modalidades básicas.

Entre outros pré-requisitos específicos de cada programa, todos são destinados a brasileiros que tenham bom domínio dos idiomas inglês ou japonês, já que os conteúdos são ministrados nessas línguas. Para as Bolsas de Pesquisa, está incluído um curso de seis meses de japonês na programação. Já as demais bolsas prevêem um curso de um ano de duração no qual os candidatos terão acesso a um conteúdo preparatório conjuntamente com um curso de japonês.

A bolsa de Treinamento é específica para docentes, coordenadores ou diretores de escolas do Ensino Fundamental e Médio interessados em fazer pesquisas relacionadas à educação escolar. Já o programa de Língua é destinado a estudantes universitários do curso de Letras (habilitação em língua, literatura e cultura japonesa), que desejam aprimorar os seus conhecimentos. As iniciativas são destinadas a brasileiros com bons conhecimentos do idioma inglês ou japonês.

Os catálogos com a programação dos cursos oferecidos pelas instituições japonesas estão no site www.studyjapan.go.jp (site em inglês: www.studyjapan.go.jp/en/), e também disponíveis para consulta no Departamento Cultural do Consulado Geral do Japão em São Paulo. Os candidatos inscritos serão submetidos a um exame de línguas e os aprovados passarão, ainda, por uma entrevista. Mais informações sobre os programas podem ser obtidas no site do Consulado Geral do Japão em São Paulo.

A concessão das bolsas é feita a partir de processo seletivo dirigido pelas representações diplomáticas do Japão no Brasil. Os moradores de cada uma das regiões do país devem procurar a missão diplomática específica responsável por sua área para se inscrever no programa.

O número de bolsas concedidas a cada não é fechado, pois depende do desempenho dos candidatos nas provas e avaliação de documentos.

Pré-requisitos:

* Nacionalidade brasileira (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade japonesa);
* Idade até 34 anos;
* Formação universitária ou estar apto a se formar no ano corrente ou em junho de 2006;
* Domínio da língua inglesa ou japonesa;
* Estar gozando de boa saúde física e mental.

Obs.: Excluem-se militares da ativa

Área de estudos que deverá estar relacionada à área de formação do candidato:

* Ciências Humanas: Administração de Empresas, Artes e Design, Ciências Contábeis, Ciências Políticas, Ciências Sociais, Comércio Exterior, Comunicação, Direito, Economia, Educação, Filosofia, Geografia, História, Letras (Japonês), Marketing, Relações Internacionais, Sociologia etc.
* Ciências Exatas e Biológicas: Agronomia, Arquitetura, Biologia, Biotecnologia, Ciências da Alimentação, Ciências da Computação, Design Industustrial, Ecologia e Meio Ambiente, Educação Ambiental, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Controle, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia da Informação, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Farmácia, Física, Geologia, Informática, Matemática, Medicina, Nutrição, Odontologia, Química, Veterinária, Zoologia etc.

Benefícios:

* Valor da Bolsa: 175.000 ienes mensais (valor sujeito a pequena variação);
* Passagem de ida e volta.

- BOLSA DE GRADUAÇÃO


Programa destinado a brasileiros interessados em cursar uma graduação em universidades japonesas.

Pré-requisitos:


* Nacionalidade brasileira (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade japonesa);
* Idade entre 17 e 21;
* Conclusão do ensino médio;
* Domínio da língua inglesa ou japonesa;
* Disposição em aprender a língua japonesa e assistir aulas em japonês

Obs.: Excluem-se militares da ativa

Áreas de Estudos:

* Ciências Humanas: Administração de Empresas, Artes e Design, Ciências Contábeis, Ciências Políticas, Ciências Sociais, Comércio Exterior, Comunicação, Direito, Economia, Educação, Filosofia, Geografia, História, Letras (Japonês), Marketing, Relações Internacionais e Sociologia.
* Ciências Exatas e Biomédicas:
1 - Ciências Naturais (A): Aeronáutica, Arquitetura, Biotecnologia, Ciências da Computação, Construção Naval, Design Industrial, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Agrícola, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia da Comunicação, Engenharia de Controle, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Engenharia Industrial, Engenharia da Informação, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica, Engenharia Metalúrgica, Engenharia de Minas, Engenharia de Produção, Engenharia Química, Física, Geociências, Geologia, Informática, Marinha Mercante, Matemática e Química.
2 - Ciências Naturais (B): Agronomia, Biologia, Ciências da Alimentação, Ecologia e Meio Ambiente, Educação Ambiental, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Piscicultura, Química Agrícola, Zoologia, Veterinária.
3 - Ciências Naturais (C): Medicina e Odontologia.

Período da Bolsa:


* Maioria dos cursos: cinco anos;
* Odontologia, Veterinária e Medicina,: sete anos.
* Curso de língua japonesa, nos primeiros 12 meses da bolsa.

Para obter dicas de estadia no país, depoimentos de ex-bolsistas e relação de associações mundiais de ex-bolsistas no Japão, acesse o site Study in Japan: Comprehensive Guide.

Benefícios:

* Valor da Bolsa: 135.000 ienes mensais (valor sujeito a pequena variação);
* Passagem de ida e volta.

- ESCOLAS TÉCNICAS SUPERIORES


Os cursos das Escolas Técnicas Superiores do Japão têm a duração de cinco anos para os estudantes japoneses formados no 1º grau (equivalente a 9 anos de estudo). A bolsa permite que o bolsista ingresse no terceiro ano destes cursos, após um ano de curso de língua japonesa. Os bolsistas com bom desempenho poderão solicitar a prorrogação da bolsa por mais dois anos, transferindo-se para o terceiro ano do curso universitário, com exceção do curso de Marinha Mercante.

Pré-Requisitos:


* Nacionalidade brasileira (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade japonesa);
* Idade entre 17 e 21;
* Conclusão do ensino médio;
* Domínio da língua inglesa ou japonesa;
* Disposição em aprender a língua japonesa e assistir aulas em japonês.

Obs.: Excluem-se militares da ativa

Áreas de Estudos:


* Engenharia e Ciência de Materiais;
* Engenharia Mecânica;
* Engenharia e Controle Eletrônico;
* Engenharia Elétrica e Eletrônica;
* Ciências da Computação e Engenharia da Informação;
* Arquitetura e Engenharia Civil;
* Marinha Mercante.

Obs.:
- os candidatos devem optar por 3 áreas.
- os candidatos para Marinha Mercante devem comprovar boa visão.
- para obter dicas de estadia no país, depoimentos de ex-bolsistas e relação de associações mundiais de ex-bolsistas no Japão, acesse o site Study in Japan: Comprehensive Guide.
- para mais informações sobre as Escolas Técnicas Superiores, acesse http://www.mext.go.jp/ ou http://www2.denshi.numazu-ct.ac.jp/koho.

Período da Bolsa:


* Quatro anos;
* Marinha Mercante - quatro anos e seis meses.

Benefícios:

* Valor da Bolsa: 135.000 ienes mensais (valor sujeito a pequena variação);
* Passagem de ida e volta.

- BOLSA PARA CURSO PROFISSIONALIZANTE


Os Cursos Profissionalizantes no Japão têm a duração de três anos. Após um ano de curso preparatório e aprendizado de língua japonesa, o bolsista ingressará na escola profissionalizante determinada pelo governo japonês, para um curso de dois anos. Esta bolsa visa proporcionar o aprendizado de técnicas e conhecimentos necessários para a vida profissional.

Pré-requisitos:


* Nacionalidade brasileira (excluem-se brasileiros com dupla nacionalidade japonesa);
* Idade entre 17 e 21;
* Conclusão do ensino médio;
* Disposição em aprender a língua japonesa e assistir aulas em japonês;

Obs.: Excluem-se militares em serviço ativo e estudantes que já tenham recebido Bolsa de Estudos do Governo Japonês

Área de Estudos:


* Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica, Telecomunicações, Educação Infantil, Hotelaria, Moda, Fotografia, Nutrição, Secretariado, Turismo, Design etc.

Período da Bolsa:
três anos.

Benefícios:

* Valor da Bolsa: 135.000 ienes mensais (valor sujeito a pequena variação);
* Passagem de ida e volta.

Obs.: Para manter os benefícios da bolsa o aluno deverá manter boas notas e boa freqüência no curso

JICA


Já os programas desenvolvidos pela JICA são divididos, basicamente, em duas categorias: aqueles voltados a brasileiros em geral e os destinados exclusivamente a descendentes de japoneses.

No primeiro caso, são oferecidos pouco menos de 200 cursos de aperfeiçoamento técnico para brasileiros que atuem profissionalmente em órgãos públicos ou universidades e que tenham bons conhecimentos pelo menos da língua inglesa. Por outro lado, os programas destinados a descendentes exigem que o candidato possua o domínio do idioma japonês, já que os programas são ministrados nesta língua.

O Programa de Treinamento Técnico de Participantes Estrangeiros da JICA concede ao profissional selecionado uma bolsa de aproximadamente US$ 30 ao dia ao longo do curso gratuito que, em geral, tem duração de duas semanas a até um ano, além de passagem aérea ida e volta, estadia, alimentação e assistência médica.

O Brasil é o país que mais recebe assistência técnica japonesa na América Latina. A JICA oferece a cada ano a nosso país, pelo Programa de Treinamento Técnico de Participantes Estrangeiros, uma lista de 280 cursos, dentre os quais 180 de interesse nacional. A assistência prestada pela JICA ao Brasil concentra-se, essencialmente, nas áreas ligadas ao meio-ambiente, à indústria, agricultura, redução das disparidades regionais, combate à pobreza e à cooperação Sul-Sul.

A cada ano, das cerca de 500 vagas internacionais abertas pelo Programa de Treinamento Técnico de Participantes Estrangeiros, de 100 a 110 são ocupadas por brasileiros, segundo informa o escritório da JICA em São Paulo.

Os cursos destinam-se a administradores, técnicos e pesquisadores que buscam promover o desenvolvimento do país e de suas regiões. Esses profissionais devem ter experiência mínima de cinco anos na área de atuação, domínio do idioma inglês e estar vinculados formalmente a órgãos públicos ou universidades para poder participar dos programas. A idade-limite para candidaturas, em geral, é de 40 anos.

Os cursos oferecidos pela JICA são realizados ao longo do ano, o que permite inscrições durante igual período, dependendo das especificidades de cada curso. Em geral, entre 100 e 110 brasileiros (das cerca de 500 bolsas oferecidas internacionalmente ao ano pela agência) são beneficiados pela JICA.

Informações retiradas do site Universia

4 comentários:

Moises disse...

Piorski que vai gostar disso!!

Kd ela?!

xJessica'Liita! disse...

to aqui 8D~
<3

OtakuKenshin disse...

assim... eu olhei na área de estudos para graduação, e lá n diz "ciências da computação".
e eu estou querendo muito saber se tem esse curso ou nao.

poderia me ajudar sobre esse assunsto?

blogger:criar conta do blogger-opera disse...

a entrevista eliminatória é feita no idioma portugues, ou ingles?